Os pitacos do Macho (Pate LIV)

*

Por Marcelo Duarte Souza


Testemunhas da Paz

E mesmo naqueles tempos de guerra, de destruição de sonhos e caos inimaginável, ainda se poderia ouvir suas cantigas de infância!!
Ainda assim se via dentre as fendas dos entulhos e becos lamacentos algumas crianças a brincar e a sorrir...
Pois para elas aquilo tudo parecia inevitavelmente natural, como um terremoto de alto grau ou uma forte tempestade.
Para elas, tudo um dia passaria e voltaria à sua normalidade cotidiana!!
E continuavam a brincar, mesmo sem ter todos os seus amigos reunidos como outrora...
É que elas não reconheciam o terror e a maldade dos homens e o que brotava em seus corações era o que de mais natural se esperava.
A PAZ...

(Macho)


Escambo

Um beijo de bom dia, de resposta: Um abraço em alegria!!
Senta a mesa... Um café, um afago, gentilezas...
Já no pão compartilhado, desabafos, corações aliviados!!
Na porta de entrada, eis teu lar, podes tudo sem ser nada...
Simplicidade... Mente sã, ventos sopram em harmonia...
Meio dia faz silêncio, já há tempos, não se fala em sofrimentos!!
Gratidão, marca trilhas de perdão, faz gigante um anão...
Palhaçadas, sem motivos, não marcadas, gargalhadas!!
Roupa velha, pés descalços, uma luz que irradia!!
Ouve quieto o seu sermão, segue normas, retidão...
Pesadelos esquecidos, foco em sonhos que virão!!
Metas em evolução, quase tudo, sem trair o coração...
(Macho)


Contraproposta

E te vi sorrindo e acreditei poder dominar-te sobre meus cuidados...
Enganei-me de tal maneira que achou-me cômico!!!
...Porque quando perto de ti me encontrei, pude sentir a grandeza de ser amado, pude sentir o sabor de ser livre, senhor de mim...
Descobri que tudo que acreditava saber sobre o verdadeiro amor, sobre o significado real da felicidade, eram conceitos equivocados!!
Mostrou-me o contrário!!
Fez-me enxergar a verdade que precisava saber sobre as regras para ser feliz e fazer alguém feliz...
Percebi que não se pode controlar tudo, pois às vezes não temos o controle nem mesmo das nossas palavras, das nossas atitudes...
Vi que não existe assim uma razão para lutar se não for de coração!!
Que nada têm efeito e nada faz sentido se não tiver alguém para encantar...
Percebi que sozinho não chegamos a lugar algum!!
E assim sendo, aceito a tua proposta!!
Ou melhor, a tua Contraproposta...

(Macho)


* Imagem: https://semanamundialdobrincar2013.wordpress.com/2013/07/12/curso-infancia-vivenciada/

Comentários