Os pitacos do Macho (Parte III)

Imagem: Deviantart
Por Marcelo Duarte Souza


Sinto falta...

Sinto falta daquele som de agonia quando passava o carro de boi...
Seu Jorge na frente e a meninada atrás fazendo a folia...
Quanta alegria!!!
E quando o cinema chegava era que eu me encantava...

Aquela lona rasgada, que mesmo assim alegrava e alimentava
o sonho da molecada...
E o circo, então!!!
Palhaço, pipoca e o mágico de plantão...
Teve alguns que até mesmo seguiram o tal circo trapalhão...
Viva as festas de São João!!!
Sanfoneiro, zabumbeiro e o sol nascendo inteiro naquele
simples salão... Terra batida, mas que até hoje é lembrado com
com tamanha emoção...
E aí vem janeiro com a folia de Reiseiro!!! Divinha e sua trupe
fazendo farra desde a beira da lagoa até a base do Cruzeiro...

(Macho)




Nada é perdido:

... E se a maçã for podre, que eu morda a parte sã!!!
... Se a colmeia cair sobre mim, que eu aproveite o mel!!
Se o poço secar, que eu encontre água em outro lugar...

Se não chover, que se aproveite sol...
Se o fruto der moscas, que se transforme em adubo...
Se perder um amigo, que não se torne inimigo...
... Se a saudade apertar, que eu possa chorar!!!
... E se nada der certo, que se possa tentar!!!
Se foi minha culpa, que aceite desculpa...
E se a realidade não agradar, que eu possa sonhar...

(Macho)


O Que Penso de Ti

Não se preocupe com o que penso sobre ti, mesmo
porque me encantei pelo que és... Livre!!!
Se mudares, não será mais a mesma e com certeza
não seria feliz... E quem gosta, liberta!!! Não quero
que sejas minha, ao contrário!! Tu que tens para ti

o meu coração... Independente das circunstâncias!!!
Tudo que foi vivido até o momento já me basta para
agradecer. Já valeu por uma vida inteira...
Sabes disso... E sabes quem és.

(Macho)

Comentários

Germano Xavier disse…
Sabedoria em pequenas doses aqui no Gazzeta. Grande Marcelo!